29/11/16

Bilaxten / Lergonix: anti-histamínico da 2 geração

A Bilastina é um anti-histamínico da nova geração usado no alívio dos sintomas de febre dos fenos (espirros, prurido, corrimento nasal, congestionamento nasal e olhos vermelhos e lacrimejantes) e outras reacções alérgicas semelhantes. Além disso, a Bilastina provou melhorar a qualidade de vida, e todos os sintomas nasais e oculares associadas à rinite alérgica. Também pode ser usado para o tratamento de erupções cutâneas que causam prurido (dermatite ou urticária).

A grande novidade e vantagem da Bilastina é o seu perfil de segurança, demonstrou não ter efeitos secundários adversos cardíacos, não afecta a capacidade de condução ou estado de alerta. Não tem efeito sedativo (não provoca sono) ou melhor dizendo quase não tem segundo os estudos.

Bilaxten / Lergonix 20 mg  
Bilaxten / Lergonix: anti-histamínico da 2 geração

Na farmácia pode adquirir a Bilastina com o nome comercial Bilaxten ou Lergonix. A nível da eficácia tem se demonstrado tão eficaz como por exemplo o Zyrtec (um anti-histamínico mais conhecido).

A posologia habitualmente recomendada é de 1 comprimido de Bilaxten / Lergonix ao dia, em dose única, uma hora antes ou duas horas depois da ingestão de alimentos ou bebidas, inclusive de sucos de frutas (não devem ser tomados com alimentos). Poderá ser indicado pelo medico posologia maior em casa de necessidade.

Os dados sobre o uso da Bilastina nas mulheres grávidas ou a amamentar são inexistentes ou muito limitados, por isso deve evitar tomar.

Não interfere com a eficácia da pílula contraceptiva.

Preço de 20 comprimidos : € 7,69

27/11/16

Antigrippine Trieffect

Antigrippine em Novembro de 2016 mudou de composição e passou a chamar-se Antigrippine Trieffect. Antigrippine Trieffect é um medicamento não sujeito a receita médica, especialmente desenvolvido para o alívio dos sintomas de constipações e gripes:
Antigrippine Trieffect
  • dor de cabeça
  • dor de garganta
  • congestão nasal e pingo
  • dores corporais
  • febre
Cada comprimido contém 500 mg de paracetamol ( baixa a febre e alivia as dores) e 5 mg de cloridrato de fenilefrina (descongestiona o nariz em 30 minutos, por um mecanismo de vasoconstrição direta). Ao contrário dos anti-histamínicos de primeira geração, o cloridrato de fenilefrina descongestiona o nariz sem provocar sonolência

Antigrippine Trieffect está indicado para adultos e crianças com idade igual ou superior a 12 anos. Tomar 2 comprimidos, 3 vezes ao dia. A dose máxima recomendada são 6 comprimidos em 24 horas.

Não recomendado durante a gravidez Não recomendado a mulheres em período de amamentação. Não interfere com a eficácia da pílula.

É sempre bom relembrar que nenhum antigripal cura constipações e gripes, só alivia as sintomas, por isso assim que estiver melhor pare de tomar e tem de escolher o antigripal eficaz conforme os sintomas que tiver. Por exemplo neste caso se tiver tosse e a garganta inflamada e não tiver febre, nem nariz a pingar não vale a pena tomar Antigrippine Trieffect.

26/11/16

Egostar / Molinar: Vitamina D em comprimido

A vitamina D pertence a um grupo de pró-hormonas lipossolúveis com os dois principais precursores biologicamente inertes - vitamina D3 (colecalciferol) e a vitamina D2 (ergocalciferol). A vitamina D3 é formada na pele exposta à radiação ultravioleta B solar (a pré-vitamina D3 é rapidamente convertida em vitamina D3 pela temperatura cutânea).

O colecalciferol (vitamina D3) é importante para a homeostase do cálcio e para a saúde do esqueleto. A sua função principal é aumentar a eficiência da absorção de cálcio a partir do intestino delgado. A vitamina D também melhora a absorção do fósforo do intestino delgado distal. A absorção adequada de cálcio e fósforo do intestino é importante para a mineralização óssea adequada. A segunda função principal da vitamina D é o envolvimento na maturação de osteoclastos, que reabsorvem o cálcio a partir dos ossos.

Ao fazer analises clínicas para determinar níveis no sangue da Vitamina D, maior parte da população vai ter níveis insuficientes, dai que actualmente a Vitamina D é um assunto muito popular e é uma vitamina amplamente prescrita. Sendo os idosos, as pessoas institucionalizadas e as mulheres pós-menopáusicas populações de risco. A principal causa é a escassez de vitamina D nas fontes alimentares e a falta de exposição solar.

Egostar / Molinar  
Egostar / Molinar

São as 2 apresentaçoes da Vitamina D em comprimidos no mercado, embalagem com 3 comprimidos (3 meses de tratamento).

Cada comprimido revestido por película de Egostar/Molinar 22.400 U.I. contém 560 µg decolecalciferol. Um comprimido (22.400 U.I.) a cada 28 dias (equivalente a 800 U.I./dia).

Egostar/Molinar está indicado na prevenção e no tratamento da deficiência em vitamina D, em adultos. A duração do tratamento dependerá da indicação, da severidade da doença e da resposta do doente ao tratamento.

Egostar/Molinar : Toma um comprimido por mês, a qualquer hora do dia, durante ou fora das refeições. Normalmente é bem tolerado.


Vitamina D –quanto mais melhor?

Apesar de assunto de Vitamina D estar na moda, ainda há muita controvérsia sobre a quantidade certa que devemos administrar e sobre a concentração no sangue necessária para ser eficaz. A consequência mais grave resultante de sobre dosagem aguda ou crónica é a hipercalcemia devida à toxicidade da vitamina D. Os sintomas podem incluir arritmia cardíaca, naúseas, vómitos, anorexia, obstipação, polidipsia, poliúria, desidratação, hipercalciúria com formação de cálculos renais, nefrocalcinose, fraqueza muscular, apatia, debilidade ou alterações da consciência, entre outros. Adicionalmente, a sobredosagem crónica pode resultar na calcificação dos vasos e dos tecidos.

Durante o tratamento de longa duração os níveis séricos de cálcio e a função renal devem ser regularmente monitorizados, em particular em doentes idosos em tratamento concomitante com glicosídeos cardíacos ou diuréticos e em doentes com elevada propensão à formação de cálculos. Em caso de hipercalcemia ou sinais de comprometimento da função renal a dose deve ser reduzida ou o tratamento descontinuado.

13/11/16

Mycostatin: tratamento de candidíase oral

Nistatina é um antifúngico que actua por impedir o crescimento dos fungos.

Mycostatin (nistatina) indicado no tratamento de infecções fúngicas (candidíase) da cavidade oral, tais como aftas e sapinhos. Pode ser uma situação esporádica devido a sistema imunitário enfraquecido ou uma situação recorrente devido a uma doença prolongada. Pode ser aplicado nas crianças e bebes desde o dia em que nascem. Em casos não muito avançados a melhoria é notada quase imediatamente e o tratamento é rápido e eficaz.
Mycostatin: tratamento de candidíase oral

Mycostatin apresenta se em forma de suspensão oral, para aplicação tópica na boca e subsequente ingestão. Tem agradável aroma de cereja.

Posologia e modo de administração:

Nos lactentes, a dose recomendada é de 1 ou 2 ml (100.000 a 200.000 unidades de nistatina) administrada quatro vezes ao dia.
Nas crianças e adultos, a dose recomendada varia de 1 a 6 ml (100.000 a 600.000 unidades de nistatina) administrada quatro vezes ao dia.

Aplicar a dose de Mycostatin sobre a área afectada. Manter na boca tanto tempo quanto for possível (alguns minutos) e só depois deglutir. Evitar comer ou beber nos 10 min seguintes. Nos lactentes e em crianças jovens, aplicar metade da dose em cada lado da boca.

Manter o tratamento pelo menos 48 horas após os sintomas terem desaparecido, se verificar agravamento ou persistência das queixas para além de 5 dias de tratamento, deve procurar o médico.

Nos casos de gravidez e aleitamento não se aconselha a sua utilização.

Preço: +/- 4,5 euros
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...