24/01/17

Pílula e os outros medicamentos

Sera que a sua pílula interfere com o medicamento X ? É uma das resposta na área de saúde que as senhoras mais procuram na Internet, pelo menos é a sensação que tenho.

Primeira coisa a esclarecer: TODAS as pílulas independentemente do nome tem as mesmas interferências no organismo e funcionam todas da mesma forma.

Vou tentar abordar alguns grupos de medicamentos e a sua interferência ou não, porque maior parte dos medicamentos não tem qualquer influencia na eficácia da pílula concepcional.


Analgésicos / Antiinflamatorios e a pílula:

Nenhum medicamento para as dores, inflamação, febre interfere com a eficácia da pílula.

Pastilhas para chupar para garganta e a pílula:

Nenhumas pastilhas ou rebuçados para dores de garganta interferem com a eficácia da pílula.

Xarope para tosse e a pílula:

Nenhum xarope para tosse seca ou com expectoração interfere com a eficácia da pílula.

Antigripal e a pílula:

Nenhum medicamento antigripal, que normalmente consiste na mistura de paracetamol + anti-histamínico, interfere com a eficácia da pílula.

Anti-histamínico e a pílula:

Nenhum anti-histamínico (medicamentos utilizados para comichao ou excesso de secreções como por exemplo pingo no inverno) interfere com a eficácia da pílula.

Plantas e a pílula:

A única planta que me lembro que pode interferir com a pílula e que pode adquirir na farmácia é o hipericão.


Vitaminas e a pílula:

Nenhuma vitamina, nem suplemento vitaminico interfere com a eficácia da pílula.

Medicamentos para dormir e a pílula:

Medicamentos para dormir ou ajudar a acalmar e relaxar não devem interferir com a eficácia da pílula, mas no caso da duvida pode sempre ver o folheto informativo que vem na embalagem do medicamento.

Antibióticos e a pílula:

Há vários que interferem mas também há muitos que não interferem, mas no caso dos antibióticos aconselho sempre prevenir. Mesmo que o medicamento não interfira, é frequente o antibiótico poder provocar desturbios gastrointestinais ou diarreia e isso pode interferir com a absorção da pílula e comprometer a sua eficácia.

Diabetes / Hipertensão / Colesterol

Nenhum medicamento para tratar diabetes ou as tensões altas ou colesterol interferir com a eficácia da pílula.



Se tiver sugestões de tópicos para adicionar a este tema ou alguma excepção a regra agradeço que deixe o seu comentário.

22/01/17

ZITHROMAX e a gripe/constipação

Na época de gripe um dos antibióticos mais vendidos na farmácia, penso que estará no Top 2, é o ZITHROMAX cuja substancia activa é azitromicina (500 mg por comprimido). A azitromicina é um antibiótico da mesma família da claritromicina e da eritromicina, família de macrólidos.

ZITHROMAX tem um amplo poder de acção e utiliza-se para tudo que sejam infeções respiratórias tanto do tracto respiratório superior como do tracto respiratório inferior (amigdalites/faringites, sinusites, bronquites, pneumonias). Tambem pode ser utilizado para tratar infecções causadas por bactérias na pele, nos tecidos moles, nos ouvidos e nas doenças sexualmente transmissíveis provocadas por Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoea não multiresistente.

É sempre bom relembrar que qualquer antibiótico só tem capacidade para matar as bactérias e não tem qualquer efeito no vírus. Sendo que o vírus é o maior responsável pelas gripes e constipações.

ZITHROMAX é bem tolerado pela maioria dos doentes.

Em 2013 foi lançado um estudo em que concluíram que o medicamento pode causar um ritmo cardíaco irregular potencialmente fatal em alguns pacientes. O FDA chama a atenção dos médicos, para que tenham cuidado ao prescrever o antibiótico a pacientes com problemas cardíacos.

ZITHROMAX pode tornar a sua pele mais sensível ao sol, tem de utilizar protector solar para evitar possíveis queimaduras.

No adulto e também nas crianças com peso superior a 45 kg a posologia recomendada para a maioria das indicações é de 500 mg 1 vez ao dia (1 comprimido de 500 mg) e a duração do tratamento é de 3 dias. O medicamento deverá ser administrado, preferencialmente sempre à mesma hora, todos os dias, só uma vez ao dia.

Nos casos mais graves o medido pode pedir para tomar 2 embalagens seguidas.

Deverá tomar os comprimidos de ZITHROMAX com água ou outra bebida, com ou sem alimentos. Não deve tomar ZITHROMAX ao mesmo tempo que os antiácidos.

Não existe evidencia de perigo para o feto, mas como qualquer medicamento antes de tomar o antibiótico o medico tem de avaliar a sua necessidade.

ZITHROMAX não interfere com a eficácia da pílula.

Preço: 5,27 euros. Existem vários genéricos no mercado.

20/01/17

Bisoltussin - tosse seca

Inverno traz frio e constipações que normalmente vem acompanhadas da tosse. Tosse seca, neste caso que é mais irritante e que demora mais tempo a passar e é a mais difícil de ser curada. A tosse seca tem tendência a piorar a noite e por exemplo nos ambientes que podem irritar como frio ou fumo.

Se tiver na duvida se a sua tosse é seca ou com expectoração, pode ver este meu post.

Há frequentemente esta duvida em que as pessoas dizem que tem a tosse seca porque a expectoração não sai, se tem expectoração mesmo que seja pouca é porque a tosse é com expectoração e precisa de uma ajuda para fluidificar e remover o muco. Por outro lado se não tem nenhuma expectoração tem de tomar por exemplo um xarope para tosse seca para aliviar os sintomas e diminuir o reflexo de tossir. Se utilizar xarope para tosse seca e tiver expectoração, a redução do reflexo da tosse pode conduzir a uma acumulação grave de muco.

Um dos xaropes mais populares é o Bisoltussin, que é da família do Bisolvon (tosse com expectoraçao). Bisoltussin Tosse Seca é um medicamento antitússico indicado para o tratamento sintomático da tosse irritativa e seca. A substância activa é o dextrometorfano, actua ao nível do centro da tosse, inibindo-o. Desta acção resulta o efeito antitússico do medicamento. Actua na origem da tosse com efeito até 6 horas para uma noite de sono descansada (início de ação entre 15 e 30 minutos.).

O Bisoltussin Tosse Seca está contra-indicado durante o aleitamento, uma vez que não pode ser excluída a possibilidade de ocorrência de depressão respiratória nas crianças. Não é recomendado durante a gravidez.

Bisoltussin Tosse Seca deve ser utilizado com precaução em doentes com função hepática diminuída ou que estejam a tomar antidepressivos do tipo IMAO - inibidores da monoaminoxidase.

Em caso de auto-medicação, a administração deverá limitar-se a 3 - 5 dias. Se a sua tosse dura ha mais de 2 semanas recomendo visitar o medico para poder excluir possiveis complicaçoes.

Bisoltussin não contém açúcar (sacarose) e por isso pode ser tomado por diabéticos.

Nenhum xarope para tosse interfere com a eficácia da pílula.

Xarope Bisoltussin Tosse Seca

Adultos e jovens com mais de 12 anos: 5 a 10 ml, com intervalos de 4 horas ou 15 ml com intervalos de 6-8 horas. A dose máxima diária é 60 ml.

Crianças dos 6 aos 12 anos: 2,5 a 5 ml, com intervalos de 4 horas. A dose máxima diária é 30 ml.

O Bisoltussin Tosse Seca não deve ser administrado a crianças com menos de 6 anos de idade.

Preço: +/- 7,50 euros

Bisoltussin Pastilhas Moles

É um formato prático para quem não quer nem pode ter o xarope sempre por perto. Tem com um agradável aroma de mel, limão e mentol.

Adultos e crianças com mais de 12 anos: As pastilhas moles são para dissolver lentamente sob a língua.

1 a 2 pastilhas a cada 4 horas, ou até 3 pastilhas a cada 6 a 8 horas.

A dose diária máxima é 12 pastilhas.

11/01/17

Bisolvon para tosse com expectoração

Chegou o inverno e temos todos a tossir a nossa volta. A tosse mais frequente é a tosse com expectoração em que sentimos acumulação excessiva de muco nos pulmões e nas vias respiratórias e que temos dificuldade em remover mesmo tossindo. A tosse é um mecanismo natural de cura que o organismo utiliza para eliminar esse muco.

Se tiver na duvida se a sua tosse é seca ou com expectoração, pode ver este meu post.

Há frequentemente esta duvida em que as pessoas dizem que tem a tosse seca porque a expectoração não sai, se tem expectoração mesmo que seja pouca é porque a tosse é com expectoração e precisa de uma ajuda para fluidificar e remover o muco. Para isso existem os mucoliticos. O mais conhecido do mercado é da família de Bisolvon.

O uso do mucolítico implica a diminuição da viscosidade do muco e o aumento da remoção do mesmo, quer através da actividade ciliar do epitélio, quer pelo reflexo da tosse, sendo portanto de esperar um aumento da expectoração e da tosse. Isso quer dizer que é normal que ache que ficou com mais expectoração depois de tomar a medicação, a maior quantidade é mais facilmente removida.
   
Propriedades do Bisolvon:    
  • facilita a expectoração ao tornar o muco mais fluido
  • fica facilitada a drenagem do material tensioativo dos alvéolos pulmonares e dos brônquios. e activa o epitélio ciliar da mucosa brônquica, estes mecanismos mantêm e melhoram a capacidade de autopurificação das vias aéreas
  • facilita e acelera a eliminação do muco dos alvéolos pulmonares com a sua ação fluidificante e expectorante
  • está indicado como adjuvante mucolítico do tratamento antibacteriano das infeções respiratórias em presença de hipersecreção brônquica. 
Bisolvon existe em xarope e na forma de comprimidos, o xarope não tem açúcar, sendo por isso adequado para diabéticos.

Bisolvon pode ser tomado durante a gravidez, mas evitar durante a lactação.

Devido aos mucolíticos possuírem a capacidade de afectar a barreira mucosa gástrica, estes deverão ser utilizados com precaução em indivíduos susceptíveis a úlceras gastroduodenais. Bisolvon não deve ser usado em doentes que sofram de úlcera gastroduodenal.

Bisolvon é geralmente bem tolerado,raramente pode acontecer diarreia, náuseas, vómitos, dor epigástrica e outros efeitos gastrointestinais moderados.

Nenhum xarope para tosse interfere com a eficácia da pílula.

Bisolvon Linctus Adulto  (Cloridrato de Bromexina 1,6 mg/ml )

Adultos e crianças com mais de 12 anos: 5 ml, 3x/dia (5 ml=1 colher das de chá)
Crianças 6-12 anos: 2,5 ml, 3x/dia

Preço: +/- 7 euros

Bisolvon Linctus Criança (0,8 mg de Cloridrato de Bromexina)

Tem exactamente metade da dosagem do xarope do adulto e apresenta aroma a morango
Adultos e crianças com mais de 12 anos: 10 ml (2 colheres de chá) 3 vezes ao dia
Crianças 6-12 anos: 5 ml (1 colher de chá), 3 vezes ao dia
Crianças 2-6 anos: 2,5 ml (1/2 colher de chá), 3 vezes ao dia
Crianças com menos de 2 anos: 1,25 ml (1/4 colher de chá), 3 vezes ao dia

Bisolvon Comprimidos

Solução pratica para quem não tem possibilidade ou vontade de tomar o xarope. Comprimidos fáceis de engolir e cómodos para transportar. Comprimidos contêm quantidades muito baixas de hidratos de carbono (lactose).

Cada comprimido contém 8 mg de Cloridrato de Bromexina.
Adultos e crianças com mais de 12 anos: 1 comprimido (8 mg) 3x/dia.

04/01/17

Acutil - suplemento alimentar para memoria

Acutil - suplemento alimentar para memoria
Acutil destina-se a ser tomado por adultos, em qualquer situação de carência destes nutrientes, satisfazendo as necessidades nutritivas, especialmente de indivíduos com metabolismo alterado.

Acutil constitui uma protecção nutritiva que poderá ajudar manter a função e o desempenho do cérebro, em particular em indivíduos de idade mais avançada ou em situações stress/sobrecarga intelectual (ex: estudantes em períodos de exames), em que as carências nutricionais poderão ter maior impacto.

Acutil é um suplemento alimentar que contém para além de ácidos gordos ómega-3, extracto de Ginkgo biloba, fosfatidilserina, ácido fólico e vitamina E e B12, contribuindo para assegurar um aporte suficiente destes nutrientes e responder às necessidades variáveis do organismo.


Posologia: Inicialmente, recomenda-se uma toma diária de uma a duas cápsulas de Acutil, por dia, juntamente com alimentos ou bebidas não alcoólicas.
Acutil não interfere com a pílula, nem engorda. Se tomar complexos vitaminicos tem de ver se na composição não tem os mesmos componentes para não ocorrer a sobre dosagem, por exemplo Vitamina E.


Composição:
Ácidos gordos ómega-3: em particular o ácido docosahexaenóico, são um constituinte fundamental da membrana dos neurónios (células nervosas), que é fundamental para o processamento da informação no cérebro. Por sua vez o ácido eicosapentaenoico desempenha um papel importante na produção de substâncias com papel activo nos processos imunológicos e inflamatórios.

Fosfatidilserina: componente importante das membranas celulares dos neurónios, necessária para assegurar uma transmissão eficiente dos impulsos nervosos.

A vitamina B12 e o ácido fólico: ajudam a manter a integridade celular e a optimizar o metabolismo nervoso. Em conjunto, estas duas substâncias ajudam a proteger o cérebro dos efeitos potencialmente lesivos de uma substância chamada homocisteína.

A vitamina E: desempenha um importante papel na protecção de diferentes tecidos, em particular do cérebro, contra reacções químicas de peroxidação, que podem ocorrer a partir de diferentes processos metabólicos normais e agentes tóxicos exógenos. A não neutralização dos compostos resultantes da peroxidação pode contribuir para um envelhecimento precoce das células. Para além destas propriedades anti-oxidantes, as necessidades em vitamina E encontram-se aumentadas nos indivíduos com dietas ricas em ácidos gordos poli-insaturados.

Ginkgo biloba: propriedades anti-oxidantes e ajuda a manter a memória, em particular a de curto prazo.


Preço 30 capsulas: +/- 15 euros
Preço 60 capsulas: +/- 25 euros
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...